A Uber se denomina como uma empresa de tecnologia de transporte sob demanda, que opera por meio de um aplicativo que conecta motoristas parceiros e usuários. A empresa foi fundada em São Francisco, Califórnia, em 2009, pelos norte-americanos Travis Kalanick e Garrett Camp; hoje, está presente em mais de 633 cidades pelo mundo. Desde 2014, o serviço está disponível no Brasil. Além de oferecer praticidade e conveniência aos seus clientes usuários, a Uber proporciona oportunidades para seus clientes parceiros dirigirem por dinheiro.

 

Como entrar no Uber?

Antes de falar como se cadastrar no Uber para ser motorista, é importante esclarecer que uma vez realizado o cadastro e sendo aprovado, isso não quer dizer que o motorista tenha sido contratado para trabalhar na Uber, isso significa que o motorista foi aceito para ser um parceiro da empresa, sem vínculos empregatícios.

Para se cadastrar, o interessado precisa ser maior de 21 anos, ter CNH categoria B ou superior, com a observação EAR (Exerce Atividade Remunerada) e apresentar um Atestado de Antecedentes Criminais; todos os documentos são entregues de forma digital por meio de upload no site da empresa. A Uber dá um prazo máximo de 10 dias úteis para analisar o cadastro, mas, segundo relatos, um retorno é dado entre 3 e 5 dias úteis.

Não existem apenas exigências para os motoristas que realizam o cadastro Uber, os veículos que estes motoristas pretendem dirigir também devem atender a determinados requisitos; alguns são comuns a todas as categorias, como a obrigatoriedade do carro ter um seguro do tipo APP (Acidentes Pessoais de Passageiros), que indeniza passageiros em caso de acidentes, outros requisitos variam de acordo com a categoria, fator explicado em maiores detalhes a seguir.

 

Categoria Uber como funciona?

A Uber oferece aos seus clientes passageiros três categorias diferentes de serviço: UberX, serviço com tarifas mais baratas e com carros mais simples, UberSELECT, serviço em torno de 20% mais caro que o UberX e com carros mais confortáveis, e UberBLACK, serviço mais caro, com carros mais luxuosos. Quanto mais elevada a categoria, mais altas as possibilidades de ganho para o motorista. Seguem as exigências relacionadas ao tipo de carro que pode ser dirigido em cada uma delas:

UberX: pode ser qualquer veículo, desde que o seu ano modelo seja 2008 ou mais novo, tenha quatroportas e cincolugares, ar-condicionado;

UberSELECT: o veículo deve ser de um ano modelo 2012 ou mais novo, ter quatro portas, cinco lugares e ar-condicionado;

UberBLACK: como o próprio nome já sugere, só são aceitos carros da cor preta, além disso, devem ter quatro portas, cinco lugares, ar-condicionado, bancos de couro e devem ser dos estilos Sedan ou SUV.

Em nenhuma das categorias são permitidos veículos adesivados, plotados, sinistrados, recuperados, com alteração no sistema de suspensão ou freios, com placas vermelhas, de estilos pick-ups, vans ou caminhonetes.

 

Quanto ganha um Uber?

A Uber paga aos seus condutores parceiros um preço base por viagem, que depois é acrescido de acordo com o tempo despendido no serviço e a distância percorrida no trajeto; além de pagar outros valores eventuais como pedágios, preço dinâmico e promoções. O preço base e os valores por tempo e distância variam de acordo com a cidade em que se trabalha e a categoria de Uber. Dependendo do caso, se o valor da viagem percorrida for menor que o preço mínimo da cidade, o motorista recebe o preço mínimo.

Em lugares em que o UberPOOL está disponível, serviço em que a corrida pode ser dividida entre mais de um usuário, com mais de um destino, o motorista recebe o preço base por toda a viagem, acrescido de valores adicionais por cada passageiro.

A Uber cobra 25% do valor de cada corrida feita pelos motoristas, porcentagem que cai para 20% para motoristas da categoria UberBLACK, o restante fica para o motorista. Entretanto, é preciso ficar atento ao fato de que os valores recebidos não podem ser baseados no valor final pago pelo passageiro, que pode incluir preços de viagem diferenciados para motoristas parceiros, pedágios, outras taxas e cobranças, como custo fixo e taxa de limpeza; o cálculo deve ser baseado sobre o preço base e os valores de quilometragem e de tempo.

As transferências das viagens realizadas pelo motorista Uber parceiro, são feitas semanalmente diretamente para a conta bancária indicada por ele. O extrato dos ganhos é fechado segundas-feiras, às 4h da manhã, horário oficial do Brasil, mas o repasse do valor para a conta pode ocorrerentre segunda e sexta-feira.

 

Carro próprio ou carro alugado, como trabalhar com Uber?

Esta é uma dúvida que aflige muitos motoristas, principalmente, os que estão começando ou os que estão pensando em começar. O questionamento é válido e o fato de a Uber ter fechado parcerias com três locadoras de veículos diferentes no Brasil, a Localiza, a Movida e a Unidas, mostra que existe lógica na prática.

Uma das principais vantagens de se alugar um carro para trabalhar é não precisar se preocupar com a depreciação de um veículo próprio, devido à grande rotatividade em quilometragem, levando a custos mais altos de manutenção do carro, além disso, não há custos com o seguro do veículo, nem com sua documentação. Alugando um carro, fazer os cálculos de lucros e custos como motorista Uber é muito mais simples, basta subtrair o custo do aluguel do carro e da gasolina diários do lucro do dia; quando o veículo é próprio, os custos ficam mais subjetivos.

Entretanto, motoristas experientes que trabalham com a Uber, em parceria, recomendam que, para valer a pena, só deve alugar um carro para trabalhar quem pratica a atividade em turno integral, se dedicando exclusivamente à função de Uber por, pelo menos, 50 horas semanais.

 

Estratégias para ganhar dinheiro com Uber

Não basta ser bom motorista e atender bem os clientes, para otimizar as possibilidades de ganho com o aplicativo é preciso aplicar estratégias, como as mencionadas a seguir:

Fazer uso de aplicativos como o Rebu: disponível para dispositivos Android e iOS, este aplicativo foi desenvolvido para motoristas de serviços de transporte sob demanda, como o Uber. O propósito é indicar o melhor local próximo para dirigir e receber as melhores corridas, independentemente do lugar, do horário, ou do dia da semana. Quando requisitado, oraio de pesquisa fica entre 800 e 2000 metros e indica os três melhores locais para o motorista dirigir e receber uma solicitação mais rapidamentede uma corrida lucrativa. Além disso, o Rebu mostraaté dezopções mais próximas onde há sanitários gratuitos, postos com GNV, lava-rápidos. Esta ferramenta otimiza o tempo do motorista e o ajuda a fazer melhores escolhas, consequentemente, aumentando suas chances de fazer mais dinheiro.

Manter-se atento a problemas de transportes públicos: ficar atualizado das notícias, sabendo sobre problemas na região em que se vive relacionados a transporte público é uma excelente técnica para detectar oportunidades extras de ganhar dinheiro com Uber, não só pelo aumento do fluxo de passageiros, mas também pelo aumento do valor da corrida, que ficará mais caro devido o aumento da demanda. Escutar programas locais de rádio e acompanhar veículos de comunicação regionais nas redes sociais são ótimas formas de se manter informado.

 Ficar por dentro de eventos culturais: saber detalhes sobre a agenda cultural da região onde se trabalha é fundamental para ter mais oportunidades de ganhar com corridas mais lucrativas; jogos de futebol, shows, festas, conferências, são exemplos de eventos em que se pode receber valores de tarifas dinâmicas.

Baixar aplicativos de aeroportos: ter acesso ao itinerário de voos de aeroportos da região onde se trabalha é uma excelente maneira de saber os dias e os horários que valem mais a pena estar por perto por aumentarem o potencial de ganho.

Baixar aplicativos de promoção de postos de combustível: já existem vários desses aplicativos disponíveis, experimentar quais dão as melhores informações de preços e promoções de combustível na região é uma maneira fácil de economizar, e quanto maior a economia, maior o ganho final.

Verificar tarifas com o aplicativo Uber para passageiros: na dúvida se o valor da tarifa está realmente mais caro, simular uma corrida utilizando o aplicativo Uber para passageiros pode ser uma boa maneira de decidir se compensa se deslocar para determinados locais em determinados horários.

Indicar outros motoristas: quando um motorista novo completa 25 corridas, o motorista que o indicou pode ganhar um bônus de até R$400,00. Não utilizar o código de indicação com medo de concorrência não é inteligente, pois motoristas em potencial podem se inscrever sem ele; assim, se o fizerem, utilizando um código de indicação, pelo menos, quem o indicou recebe um generoso bônus.

Dirigir de madrugada: talvez existam regiões para as quais esta norma não se aplique, mas, para muitas cidades, este, normalmente, é o horário mais lucrativo, principalmente aos finais de semana, sexta e sábado de madrugada: as pessoas estão mais dispostas a chamar um Uber, pois saem pra beber; o número de motoristas disponíveis diminui, aumentando o valor das tarifas.

Dirigir em horários de pico: mais uma vez, é preciso analisar a realidade de cada região específica, mas, dependendo da cidade, pode-se gerar mais lucro dirigindo durante uma hora em horário de pico do que dirigindo durante três horas no meio da tarde.

Prestar atenção nas regiões: saber as regiões “quentes”, aquelas de maior movimento, de maior demanda por corridas é fundamental para saber onde estacionar entre chamadas.

Conhecer bem os custos: nem sempre o valor de uma tarifa dinâmica compensa o preço da gasolina para prestar o serviço, mas só se sabe disso, conhecendo bem os custos envolvidos na atividade de ser Uber. Para ganhar mais é imprescindível ter total conhecimento dos gastos para saber como reduzi-los ou, idealmente, evitá-los.

 

Estratégias de segurança para trabalhar como Uber com tranquilidade

Um dos fatores que mais assusta as pessoas em ser motorista do Uber, principalmente no Brasil, é a questão da segurança. Aqui, estão algumas dicas que podem ajudar a exercer a atividade com maior tranquilidade:

Utilizar aplicativo de rastreio no celular: saber que amigos e familiares podem rastrear a localização do motorista, caso este não possa ser contactado de outra forma, já é um alento; em caso de necessidade, pode-se saber o percurso percorrido pelo motorista e o seu paradeiro.

Manter contato com pessoas ou serviços fora do veículo: sempre manter o percurso, oparadeiroe a quantidade de passageiros acessíveis a pessoas e serviços que estejam fora do veículo inibe a ação de assaltantes. Avisar quando há problemas no trânsito, informar previsão de chegada ao destino e estabelecer códigos para informar situações de perigo são dicas de segurança muito eficazes para manter o motorista a salvo. Quem estiver sendo informado, percebendo qualquer atividade suspeita, pode tomar as devidas providências.

Observar o passageiro: por mais que o motorista deva atender com qualidadee respeito todo e qualquer passageiro, a cautela é imprescindível; suspeitando de algum passageiro, antes que ele entre no carro, melhor não parar o veículo, e, caso o passageiro se comporte de forma suspeita, já dentro do veículo, procurar parar em local bem iluminado e com muitas pessoas, alegando algum problema mecânico.

Deixar claro que o carro é monitorado: colocar um adesivo visível dentro do veículo, indicando que o carro é monitorado, pode ser uma boa maneira de inibir atos de violência e assaltos. Existem serviços de seguro e ou rastreamento específicos para motoristas de aplicativo, que valem a pena ser consultados para garantir um dia a dia de trabalho mais tranquilo.

Ficar atento quando o passageiro for 5 estrelas e quiser pagar em dinheiro: um passageiro 5 estrelas pode significar que seja sua primeira viagem utilizando o Uber, fator que, sozinho, não precisa necessariamente gerar desconfiança, mas se além de ser 5 estrelas, o passageiro quiser pagar em dinheiro, o motorista deve redobrar a atenção e analisar com mais cuidado se é seguro realizar a viagem, pois este perfil é bastante consistente com o de um passageiro mal-intencionado.

Ligar para o passageiro antes de buscá-lo: caso haja desconfiança em relação ao local da chamada, o motorista pode ligar para o passageiro, antes de se deslocar; considerando o ato inesperado do motorista de realizar a ligação e quanto mais questionamentos o motorista fizer para o passageiro, maior a chance de sentir pela sua reação se existe alguma intenção de assalto.